Retentores LOCTITE

Os retentores têm uma elevada capacidade de carga. Com LOCTITE pode encontrar o retentor adequado para peças cilíndricas. Saiba mais aqui!

Produtos    Vantagens    Vídeos    Descargas

FDT FDS

Instruções de aplicação Descarregamentos adicionais Contacto

Os nossos produtos

Os retentores LOCTITE fixam rolamentos, buchas e peças cilíndricas em eixos e alojamento. Conseguem a máxima capacidade de transmissão da carga e uma distribuição uniforme da tensão, ao mesmo tempo que eliminam a corrosão por fricção. Aplicados no estado líquido, criam um contato de 100% entre as superfícies metálicas coincidentes, evitando peças de substituição caras e maquinagens prolongadas ou utilização de métodos mecânicos.

Veja os nossos produtos recomendados para cada característica, ou faça clique aqui para ver a lista completa

Características Produtos
Alta resistência térmica LOCTITE 648
LOCTITE 638
LOCTITE 620
Alta resistência mecânica LOCTITE 662
LOCTITE 638
Grandes Folgas LOCTITE 660
Segurança e Saúde    LOCTITE 6300

 


Vantagens

Vantagens dos Retentores LOCTITE em comparação com os tradicionais métodos de montagem

  • Maior transmissão da carga e eficácia, com designs mais simples e económicos.
  • Reduzem a dependência nas tolerâncias de maquinagem.
  • Evitam a corrosão e o desgaste por vibração.
  • A carga e a tensão são distribuídas uniformemente na união.


Quando são usados em combinação com as montagens por contração a quente ou  à pressão, os retentores LOCTITE oferecem:

  • Maior transmissão da carga e melhor rendimento com os designs e geometrias existentes.
  • Igual rendimento com menor interferência.
  • Montagens mais leves.


Problemas dos métodos convencionais de montagem que os Retentores LOCTITE podem ajudar a resolver

Os pinos e sistema de chaveteiro e chaveta apresentam uma distribuição desigual de massa e este desequilíbrio pode  originar vibrações a altas velocidades.

As ranhuras e estrias causam tensões elevadas devido ao "efeito de entalhe" que ocorre na área de uma chaveta. E têm elevados custos de maquinagem.

Grampos, montagens sob pressão, montagens por contração e montagens cónicas: baseiam-se apenas na fricção para transmitir o binário de torção, pelo que estão limitados pelo material, pelas superfícies e pelo design.  São necessárias tolerâncias muito precisas para obter capacidades  de carga específicas, o que gera altos custos de produção. A montagem a pressão cria tensões nos componentes que podem causar falhas, especialmente quando combinadas com as cargas operativas.

Soldadura forte ou fraca: só podem ser unidos metais compatíveis, as peças podem ser deformadas devido às altas temperaturas necessárias. O aquecimento do material pode dar lugar a tensões residuais e degradação estrutural. Também pode ser difícil ou impossível desmontar o conjunto.

Vídeos

Ver o produto em ação em Polaris

Contacto


Descargas

Média e Downloads